Banho de brilho caseiro: conheça os benefícios e veja como fazer

Descubra todos os segredos para deixar seus cabelos com aspecto saudável e com brilho de dar inveja!

Não importa se o seu cabelo é liso ou cacheado, fino ou grosso. Sempre que ele estiver desbotado, opaco e com aspecto sem vida, a técnica do banho de brilho pode devolver a cor e a vitalidade dos seus fios, selando-os e retirando o aspecto quebradiço, e deixando-os com aspecto saudável e de quem acabou de sair do salão.

Banho de brilho para conseguir aspecto saudável

Banho de brilho utiliza hidratantes e óleos para potencializar a saúde dos cabelos. (Foto: Divulgação).

Aqueles cabelos compridos e brilhantes dos comerciais de shampoo e dos tapetes vermelhos mundo afora não são só privilégio de quem tem dinheiro o suficiente para passar todas as semanas nas mãos de um cabeleireiro badalado, nem precisam de lavagens com os produtos mais caros do mercado.

Na realidade, existem diversas técnicas mais baratas que podem dar resultados tão bons quanto os melhores salões, e o melhor: você mesma pode fazer sozinha, no conforto da sua casa!

As técnicas do banho de brilho

O banho de brilho não se restringe a apenas uma técnica. Ele irá variar a depender do tipo de problema que seus fios apresentam em maior grau: se a coloração estiver deixando a desejar, a solução deve ser a recuperação da cor dos fios; por outro lado, se for o problema do aspecto mais quebradiço, uma boa hidratação que ajude a selar os fios deverá dar fim ao problema.

Portanto, sempre faça uma análise do que é que o seu fio está precisando, e você não terá problemas em acertar o tipo de tratamento mais adequado.

As vantagens do banho de brilho feito em casa é que, além de poderem caber em qualquer bolso, já que há opções de produtos de todos os preços, também não possuem contraindicações, e podem ser repetidas sempre que necessário. Se você tinge os fios, é uma ótima forma de mantê-los saudáveis até a próxima visita ao seu cabeleireiro.

Por que os cabelos brilham?

Os fios de cabelo são formados de três partes principais: a cutícula (parte mais exterior), o córtex (o fio do cabelo em si) e a medula (o “miolo” do cabelo). Pense na cutícula como uma película protetora dos fios: é ela quem segura a hidratação e protege o cabelo de agressões externas, como sol, cloro, sal e poluição.

Só que essa película é bastante fina, de forma que um cabelo mal tratado pode possuir a cutícula porosa, ou seja, cheia de buraquinhos, como uma peneira. E é através desses buraquinhos que os agentes agressores atacam os fios, deixando-os quebradiços, sem brilho e sem vida.

Uma cutícula inteiriça atua não só como um protetor, mas também como um espelho, que irá refletir um pouco da luz que chega nele. Quanto mais fios protegidos, maior a incidência do reflexo da luz, ou seja, mais seu cabelo irá brilhar. O brilho também é reflexo da luz sobre a cor do seu cabelo: quanto mais nutrido o córtex, mais viva estará a cor, e mais ela será refletida.

Existem alguns fatores, além do desbotamento, que também podem interferir na quantidade de brilho do seu cabelo:

  • a estrutura dos fios: quanto mais camadas eles possuem, mais difícil a luz de penetrar
  • a oleosidade acumulada
  • os tipos de produtos usados
  • o dano causado por agentes de calor como água muito quente, secadores e chapinhas
  • sujeira e poluição encrostadas nos fios

Dessa forma, se você quer que o seu cabelo tenha o máximo de brilho possível, você deverá se atentar ao estado de suas cutículas e resolver qualquer problema que esteja impedindo que elas reflitam a luz.

Por que somos tão atraídos por um cabelo brilhante?

Porque a luz refletida, além de iluminar a face, faz com que os cabelos tenham um aspecto de saúde e moldem o rosto de forma harmônica.

Todas as vezes que vemos pessoas com cabelos quebradiços, ressecados, cheios de frizz ou com a cor desbotada, nossa atenção é imediatamente voltada para todos esses problemas, o que faz com que deixemos de prestar atenção aos detalhes do rosto do dono da cabeleira.

Como resolver os problemas das cutículas

O primeiro passo é identificar o estado das suas cutículas, para então dar a elas o tratamento adequado.

Cabelos que passam por muita química, que são muito manipulados em penteados, submetidos a muito calor e escovados mais vezes que o necessário são mais suscetíveis a terem as cutículas fragilizadas e descamadas. Seguem alguns sinais de que suas cutículas estão porosas:

  • cabelos ásperos ao toque, especialmente as pontas;
  • cor opaca;
  • muitas pontas duplas;
  • ressecamento: muito embora nem sempre um cabelo seco esteja danificado, o cabelo danificado sempre estará ressecado;
  • muita quebra e muita queda: cada vez que você penteia o cabelo, muitos fios se soltam em suas mãos;
  • muito frizz: quanto mais porosas as cutículas, mais umidade o cabelo retém, e mais inchado e fora de lugar ele irá ficar;
  • muito embaraçado: quanto mais ressecado o cabelo, mais nós ele irá formar, e mais difícil será desembaraçá-lo – a tentativa normalmente resulta em quebra.

É claro que, se seus fios estiverem tão danificados que o corte está irregular e as pontas duplas estiverem em muita evidência, você dificilmente escapará da tesoura.

Se os seus fios forem lisos, tente soltá-los para trás e vê-los através de um espelho refletido: caso algumas porções estejam mais curtas que as outras, está na hora de alinhá-las. Se os fios forem cacheados, faça o mesmo procedimento com os cabelos molhados.

Se este não for o caso, mas você identificar um ou mais de um dos sintomas descritos acima, o que o seu cabelo precisa é de algum tratamento que sele as cutículas, para que os fios voltem a reter sua hidratação normal e passem a refletir mais luz e, portanto, mais brilho.

Existem diversas técnicas que você pode utilizar em sua própria casa que são indicadas para resolver cada um desses problemas e que vão fazer com que seu cabelo pareça que acabou de sair do salão!

Receitas caseiras que resolvem!

Existem diversas receitas que você pode aproveitar para devolver a cor aos seus fios e selar as cutículas, para que eles estejam sempre brilhantes. A dica para escolher a melhor delas é se atentar ao que o seu cabelo precisa e porque.

Se você tinge o cabelo, pode fazer o banho com tintura ou com tonalizante. Mas se você só tem mechas, o ideal seria dispensar a tintura e usar um tonalizante indicado pelo seu cabeleireiro, para não perder o efeito original.

Entretanto, se os seus cabelos são naturais, cacheados ou não, o ideal é optar por banhos hidratantes sem cor, apenas para selar as cutículas sem que haja mudanças drásticas, perda do efeito natural ou riscos de errar na cor.

Lembre-se sempre de usar luvas para que os produtos não agridam sua pele. Também tome cuidado com olhos e sobrancelhas, deixe sempre a mistura agir apenas nos cabelos. E use alguma camiseta velha especificamente para isso – você não vai querer manchar sua blusa novinha!

Outra dica importante: fique atenta para alergias, especialmente nos banhos que envolvam tinturas e tonalizantes. Ao menor sinal de reações alérgicas (coceiras, ardências ou vermelhidão), enxague imediatamente o cabelo e suspenda o uso dos produtos.

Por fim, quanto às quantidades: elas irão variar a depender do seu cabelo. Se for mais longo ou mais grosso, você precisará de mais produtos; do contrário, precisará de menos.

DICA: Potencialize os efeitos usando uma touca térmica. Ela não só irá ajudar com que a mistura não fique pingando pela casa, como também irá aumentar a absorção do creme, fazendo com que o tratamento seja mais efetivo.

Receita com tinta para cabelos

  • tinta da cor do seu cabelo;
  • creme hidratante específico para coloração;
  • ampola de vitamina A ou de óleo de coco;
  • uma tampinha de água oxigenada de 20 vol.

Misture todos os produtos em um recipiente adequado, até que fique uma pasta homogênea. Em seguida, aplique toda a mistura nos cabelos já lavados em partes iguais, com a ajuda de um pincel.

Se necessário, esfregue levemente com as mãos para penetrar bem nos fios. Após 30 minutos, enxágue com bastante água fria e finalize.

Receita com tonalizante

  • tonalizante na cor do seu cabelo
  • creme hidratante específico para coloração
  • ampola de vitamina A ou óleo de coco;
  • fixador de pigmento

Misture todos os produtos em um recipiente adequado, até que fique uma pasta homogênea. Em seguida, aplique toda a mistura nos cabelos já lavados em partes iguais, com a ajuda de um pincel.

Se necessário, esfregue levemente com as mãos para penetrar bem nos fios. Fique de olho na cor: em 15 a 20 minutos ela deverá chegar no tom desejado. Enxágue com bastante água fria e finalize.

Brilho com mel

  • mel
  • bepantol líquido
  • máscara de hidratação (alguma com óleo de argan seria perfeita!)

Misture todos os produtos em um recipiente adequado, até que fique uma pasta homogênea. Em seguida, aplique toda a mistura nos cabelos já lavados em partes iguais, com a ajuda de um pincel. Se necessário, esfregue levemente com as mãos para penetrar bem nos fios. Após 15 a 20 minutos, enxague com bastante água fria e finalize.

Brilho cítrico com óleo de coco

  • suco de um limão
  • suco de ½ laranja
  • uma colher de sopa de óleo de coco
  • folhas de chá verde
  • máscara de hidratação

Misture todos os produtos em um recipiente adequado, até que fique uma pasta homogênea, e deixe descansando por uma hora. Em seguida, aplique toda a mistura nos cabelos em partes iguais, com a ajuda de um pincel.

Se necessário, esfregue levemente com as mãos para penetrar bem nos fios. Após 15 a 20 minutos, enxágue com bastante água fria, lave os cabelos e finalize.

Brilho com folhas de babosa

  • duas folhas de babosa
  • ½ xícara de água gelada
  • máscara de hidratação sem cor

Abra as folhas de babosa cortando pela lateral com uma faca de ponta fina. Use a substância gelatinosa das folhas para bater em um liquidificador com água. Misture com o creme. Em seguida, aplique toda a mistura nos cabelos em partes iguais, com a ajuda de um pincel.

Se necessário, esfregue levemente com as mãos para penetrar bem nos fios. Após 20 minutos, enxágue com bastante água fria, lave os cabelos e finalize.

Prevenir é melhor que remediar

O banho de brilho deve ser feito no mínimo sempre que você verificar que seu cabelo está perdendo a cor ou ficando mais frágil. O ideal é que seja feito de forma periódica, a cada 15 dias, por exemplo, para que não chegue a um ponto em que fique difícil de recuperar.

Para que ele dure por mais tempo, use sempre produtos específicos para o seu tipo e sua cor de cabelo, aplique sempre protetor térmico antes de passar chapinha ou o secador e finalize sempre com um óleo siliconado, que, além de ajudar a selar o fio, também é um produto que adiciona brilho aos cabelos.

Mas os produtos de cabelo devem sempre ser usados com moderação! O uso excessivo pode fazer com que o cabelo fique pesado e acumule substâncias que, com o tempo, irão tirar o brilho ao invés de devolvê-lo.

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Banho de brilho caseiro: conheça os benefícios e veja como fazer

Comente